Na véspera da posse, Bolsonaro declara guerra à Educação

Na véspera de sua posse como presidente, Jair Bolsonaro praticamente declarou guerra à Educação brasileira e aos professores e professoras; lançou um tweet na manhã desta segunda afirmando que uma das metas de seu governo será "combater o lixo marxista que se instalou nas instituições de ensino"; Bolsonaro afirmou que a educação no país forma "militantes políticos" e que passará a formar "cidadãos"; texto sinaliza início de um período de perseguição nas escolas e especialmente nas Universidades federais do Brasil

Na véspera da posse, Bolsonaro declara guerra à Educação
Na véspera da posse, Bolsonaro declara guerra à Educação

247 - Na véspera de sua posse como presidente, Jair Bolsonaro praticamente declarou guerra à Educação brasileira e aos professores e professoras. Lançou um tweet na manhã desta segunda-feira (31) afirmando que uma das metas de seu governo será "combater o lixo marxista que se instalou nas instituições de ensino". Bolsonaro afirmou que a educação no país forma "militantes políticos" e que passará a formar "cidadãos" e que para isso contará com o ministro Ricardo Vélez Rodríguez e "outros envolvidos" -não explicitou quem seriam estes. O texto sinaliza o início de um período de perseguição nas escolas e especialmente nas Universidades federais do Brasil.

Com seu português característico, Bolsoaro escreveu: "Junto com o Ministro de Educação e outros envolvidos vamos evoluir em formar cidadãos e não mais militantes políticos.

Veja o tweet:

 

O novo ministro da Educação, Vélez Rodriguez, foi indicado para o cargo pelo "guru" de Bolsonaro, o misto de astrólogo e filósofo Olavo de Carvalho e é um dos mais agressivos quadros de extrema-direita do novo governo. Ele propõe a revisão da história do país para que o golpe de 1964 passe a ser apresentado como um fato positivo, defende a instalação de comitês de "moral e bons costumes" nas escolas, é declaradamente a favor da Escola Sem Partido e defende que as crianças e adolescentes pobres devem ser meramente adestrados para o mercado de trabalho nas escolas. 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247