"Não faz sentido", diz professor de Direito sobre decisão de Kassio Nunes

"Não faz sentido nem pelo sopesamento de princípios constitucionais, nem pela ciência, e nem pela Bíblia", diz professor de Direito da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Thiago Amparo

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O professor de Direito da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Thiago Amparo, comentou a decisão do ministro Kassio Nunes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que autoriza a realização de cultos e missas em meio ao aumento do número de óbitos pela Covid-19.

"Não faz sentido nem pelo sopesamento de princípios constitucionais, nem pela ciência, e, quem diria, nem pela Bíblia", escreveu o professor, citando o versículo Atos 17:24 da Bíblia: “O Deus que fez o mundo e tudo que nele há ... não habita em templos feitos por mãos de homens”.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email