“Não vou fazer adequação ideológica”, diz Carlos Alberto Decotelli, novo ministro da Educação

Na primeira entrevista à frente do MEC, ele anunciou caminho contrário ao do antecessor, Abraham Weintraub. ”Não houve nenhuma demanda sobre questão ideológica, até porque eu não tenho nenhuma competência ideológica, minha formação é de gestão e finanças", afirmou Decotelli

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - O novo ministro da Educação, Carlos Alberto Decotelli, afirmou nesta quinta-feira (25) que não pretende fazer uma gestão “ideológica” no MEC, ao contrário do antecessor, Abraham Weintraub. O ex-ministro era alinhado com Olavo de Carvalho.

Em entrevista concedida à jornalista Rachel Vargas, da CNN Brasil na tarde desta quinta-feira, o ministro disse que não vai fazer “adequação ideológica”. “Eu sou um gestor de finanças e administração. O presidente falou: aplique a ciência, aplique a integração, para podermos entregar a melhor política pública para a educação no Brasil. Não tenho competência para fazer adequação ideológica”, disse.

”Não houve nenhuma demanda, nenhuma fala sobre questão ideológica, até porque eu não tenho nenhuma competência ideológica, minha formação é de gestão e finanças. Eu sou um gestor”, disse ainda.

Continue lendo na Fórum

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247