Nas redes, Eduardo Bolsonaro defende abertura econômica

Apesar da produção industrial ter recuado 1,6% na comparação com os seis primeiros meses do ano passado, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) defendeu que a saída é abrir a economia para o capital internacional

Deputado Eduardo Bolsonaro
Deputado Eduardo Bolsonaro (Foto: EUTERS/Ueslei Marcelino)

247 - Enquanto a sua indicação não é confirmada para a embaixada do Brasil nos EUA, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) usa a sua página nas redes sociais para efendedr a abertura ecômica do Brasil.

Nos primeiros seis meses de governo Jair Bolsonaro, pai de Eduardo, a produção industrial medida pelo IBGE recuou 1,6% na comparação com os seis primeiros meses do ano passado. Para Eduardo Bolsonaro, a saída é abrir a economia para o capital internacional.

“Uma economia aberta pode assustar setores produtivos tradicionalmente protegidos da competição internacional. Mas ao abrir a economia isso também significa insumos mais baratos e/ou de melhor qualidade para os produtos que confeccionamos no Brasil, tornando-os mais competitivos”, escreveu.

Eduardo diz que “se for reduzido imposto de importação para uma máquina usada na fabricação de carros produziremos carros no Brasil mais baratos", simplificou.

Até agora, a política aplicada pelo governo evidencia que a tal "abertura" sugerida por Eduardo está em andamento. O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o governo Jair Bolsonaro pretende fazer um corte gradual de 10% nas tarifas de importação em prol da "abertura da economia", em um momento em que diversos países, incluindo os EUA, adotado como modelo pelo atual governo, elevam suas barreiras comerciais.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247