No Parlamento Europeu, Pimenta denuncia participação dos EUA na Lava Jato

Documento denuncia também a prática de lawfare contra o ex-presidente Lula e o PT

PT na Câmara - O líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta (RS), vai entregar nesta terça-feira (18), no Parlamento Europeu, em Bruxelas, um relatório denunciando em detalhes a participação dos Estados Unidos na Operação Lava Jato, num esquema que contrariou a Constituição brasileira, já que a ação foi realizada de maneira informal e sob completo desconhecimento do Ministério da Justiça, a quem cabe monitorar a cooperação judicial entre o Brasil e outros países. O documento, que foi traduzido para o inglês, denuncia também a prática de lawfare – o uso de instrumentos jurídicos com objetivos políticos e partidários – contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o PT.

O material será entregue durante reunião que Pimenta manterá com parlamentares do Partido da Esquerda Europeia e do bloco da Esquerda Unitária Europeia/Esquerda Verde Nórdica.

O líder petista vai debater com seus colegas europeus os desafios da esquerda diante do avanço da extrema direita em vários países, incluindo a importância da unidade entre as forças progressistas no cenário atual.

A agenda de Pimenta nesta terça-feira inclui visita à Universidade Livre de Bruxelas, onde vai debater a situação brasileira e os diversos retrocessos que vêm sendo implementados no Brasil pelo governo de Jair Bolsonaro, além do escândalo das conversas que mostram o conluio entre o ex-juiz entre Sérgio Moro e os procuradores da Operação lava Jato, cuja força-tarefa no Ministério Público Federal é coordenada por Deltan Dallagnol.

O líder petista vai também encontrar integrantes do Comitê Lula Livre em Bruxelas, o qual, a exemplo de outros comitês espalhados pelo mundo afora, tem o objetivo de amplificar as denúncias sobre a prisão política e arbitrária do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, há mais de 14 meses encarcerado como prisioneiro político da Lava Jato sem que tenham esgotado os recursos a serem julgados.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247