Nos estados, embates de governadores com PSL de Bolsonaro são frequentes

É cada vez maior o choque entre governadores eleitos na coalizão eleitoral bolsonarista em 2018 com o PSL de Jair Bolsonaro. Em São Paulo, há divergências abertas com o governador João Doria e não há relação de confiança. No Rio de Janeiro, por ordem de Jair Bolsonaro o partido retirou apoioo ao governador Witzel. A falta de alinhamento entre PSL e governadores também ocorre em Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Jair Bolsonaro e João Doria
Jair Bolsonaro e João Doria (Foto: Marcos Correa/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - É cada vez maior o choque entre governadores eleitos na coalizão eleitoral bolsonarista em 2018 com o PSL de Jair Bolsonaro. Em São Paulo, há divergências abertas com o governador João Doria e não há relação de confiança. No Rio de Janeiro, por ordem de Jair Bolsonaro o partido retirou apoioo ao governador Witzel. A falta de alinhamento entre PSL e governadores também ocorre em Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. A informação é de O Globo

Em São Paulo, a divergência entre Dória e Bolsonaro se relaciona com a eleição presidencial de 2022, em que Bolsonaro se apresentará para a reeleição e Doria pretende concorrer ao cargo. Adalberto Freitas, vice-líder do PSL na Assembleia Legislativa de São Paulo foi claro a esse respeito. "Não dá para ser amigo do cara querendo disputar o cargo dele — acrescentou Freitas, desta vez em alusão à relação de Bolsonaro com Doria e a disputa de 2022", disse.

Em Minas Gerais, não há um alinhamento total e irrestrito do PSL com o governo de Romeu Zema (Novo), segundo o líder da sigla na assembleia mineira, Coronel Sandro. 

Zema afirmou, em entrevista ao jornal “O Estado de S. Paulo”, em agosto, que Bolsonaro deveria evitar “pautas minúsculas” e “focar em coisas maiores, grandiosas”, uma crítica que irritou Bolsonaro. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email