Nova CPMF de Bolsonaro e Guedes enfrenta resistência no Congresso e entre governadores e prefeitos

O novo imposto nos moldes da extinta CPMF está sendo combatido de todos os lados. São fortes os sinais de que a proposta de Bolsonaro e Guedes, embutida na reforma tributária, vai enfrentar resistência em diversos setores

(Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A proposta de criar um novo imposto nos moldes da extinta CPMF está sendo combatida de todos os lados. 

São fortes os sinais de que o imposto vai enfrentar resistência em diversos setores, informa a coluna Painel da Folha de S.Paulo.  

É generalizada a opinião no Congresso Nacional, a julgar pela reação de líderes do centrão, de que não há clima para aprovar a  criação da nova CPMF, depois de o próprio Bolsonaro ter anteriormente criticado a medida.   

Segundo a coluna, o governador do DF, Ibaneis Rocha, que coordena o fórum de governadores, é contra a proposta.   

Entre os prefeitos a opinião é de que a nova CPMF prejudicaria os mais pobres. Esta é a posição da Frente Nacional dos Prefeitos.   

Para o prefeito de Campinas, Jonas Donizette, que preside a FNP, ao recriar o tributo, o governo deixaria de promover a simplificação tributária. Ele também indaga se os recursos arrecadados serão divididos com estados e municípios.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email