Nova reportagem sobre Pandora Papers revela contas offshore da família Marinho (Globo), Jovem Pan e filhos do Ratinho

O Pandora Papers, projeto do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos, aponta a ligação entre o ramo da mídia e contas offshores. De acordo com novas revelações, a família Marinho (Rede Globo), a Jovem Pan, a Editora 3, e os filhos gêmeos do apresentador Carlos Massa, o Ratinho, abriram negócios em paraísos fiscais

www.brasil247.com - Família Marinho, logos da Jovem Pan e o apresentador Ratinho
Família Marinho, logos da Jovem Pan e o apresentador Ratinho (Foto: Divulgação | Reprodução)


247 - Pelo menos oito empresários de mídia no Brasil ou seus parentes têm relação com oito empresas offshore em paraísos fiscais. A lista tem pessoas da família Marinho (Rede Globo), Jovem Pan, Editora 3, e os filhos gêmeos do apresentador Carlos Massa, o Ratinho. No último domingo (3), apenas o patriarca da família Menin, Rubens Menin, e seus filhos, donos da MRV, do Banco Inter e da CNN Brasil apareciam entre as pessoas da ramo do jornalismo com movimentações em offshores. Os documentos foram obtidos pelo Pandora Papers, projeto do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ, sigla em inglês). As informações desta matéria foram publicados pelo Poder 360, que integra o ICIJ.

Neta de Roberto Marinho (1904-2003), Paula Marinho apareceu como proprietária de duas empresas nas Ilhas Virgens Britânicas: Limozina Investing Limited e Ravello Holding Limited. O objetivo seria comprar aeronaves nos Estados Unidos. 

Na sua ficha de abertura de 2011, a Limozina afirmou que iria comprar um helicóptero Grand Agusta. Não está claro se a compra foi efetuada. A Ravello também informou que iria compra de uma aeronave. Não citou o modelo, mas menciona o valor: US$ 5 milhões.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A assessoria de Paula afirmou que as empresas foram declaradas às autoridades brasileiras e que já foram encerradas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Grupo RBS e Jovem Pan

Sócio e ex-presidente do conselho da RBS, grupo de mídia afiliado à TV Globo, Eduardo Sirotsky Melzer é acionista da FFM Holdings, trust registrado nas Ilhas Virgens Britânicas. A FFM Holdings emitiu 20.000 ações no valor de US$ 100 cada uma. Totalizaram US$ 2 milhões.

Não há informações sobre a data de fundação e as áreas de atuação da offshore.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Eduardo afirmou que a empresa está regularmente declarada às autoridades.

No caso da Jovem Pan, os irmãos e sócios da rádio, Antonio Augusto Amaral de Carvalho Filho, o Tutinha, e Marcelo Leopoldo e Silva de Carvalho, são ligados à offshore Myddleton Investments Limited. Eles são diretores na empresa aberta nas Ilhas Virgens Britânicas, em 29 de março de 2005. Em setembro de 2016, houve uma mudança estrutural, que manteve só os irmãos na sociedade. Eles não informaram se a empresa é ou não declarada à Receita Federal.

Editora Três e Grupo Massa

Controladores de revistas como IstoÉ e Planeta, os irmãos Carlos Domingo e Paula Alzugaray são filhos do fundador da Editora Três, o argentino Domingo Cecilio Alzugaray (1932-2017). A matriarca da família, Catia Alzugaray, é sócia de Carlos na offshore Hideo Corporation, registrada nas Ilhas Virgens Britânicas e aberta em 20 de julho de 2017.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na ficha de abertura foi dito que a empresa tem um capital de US$ 4 milhões. O propósito declarado seria investimento financeiro.

A família disse que "a empresa está regular junto à Receita Federal e ao Banco Central e está inativa".

Os dois filhos gêmeos do apresentador Carlos Roberto Massa, o Ratinho - Gabriel Martinez Massa e Rafael Martinez Massa - são sócios em duas offshores nas Ilhas Virgens Britânicas. Eles são irmãos do governador do Paraná, Ratinho Júnior (PSD).

As empresas são GRM2 Holdings Ltd e SMM Holding. Ainda não foi possível saber a data de abertura da GRM2 Holdings Ltd.

No Brasil, os dois são sócios no Grupo Massa de Comunicação. Eles representam o SBT e a rádio Massa FM no Paraná.

Na declaração de propósitos da empresa, os gêmeos afirmaram que o empreendimento é para investir no mercado imobiliário da Flórida (EUA). Os ganhos foram estimados em até US$ 250 mil por ano.

Em 30 de agosto de 2018, os irmãos assumiram a SMM Holding, também nas Ilhas Virgens Britânicas.

TV VERDES MARES

Yolanda Vidal Queiroz foi a controladora do grupo cearense Edson Queiroz, que atua em pelo menos seis diferentes setores. Um deles é a TV Verdes Mares, afiliada da TV Globo em Fortaleza.

Yolanda morreu em 2016. Uma empresa offshore registrada no nome dela, a Water Overseas S.A., apareceu no documento de transferência de suas ações para os filhos e netos. A empresa ficou para pessoas de sua família.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email