Novo presidente da Capes do governo Bolsonaro é defensor do criacionismo

Benedito Guimarães Aguiar Neto foi nomeado nesta sexta presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), principal agência de amparo à pesquisa científica no país. Ele defende o criacionismo como “contraponto à teoria da evolução”

Benedito Guimarães Aguiar Neto
Benedito Guimarães Aguiar Neto (Foto: Mackenzie)

247 - O novo presidente da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), Benedito Guimarães Aguiar Neto, nomeado nesta sexta-feira (24), é defensor do criacionismo como “contraponto à teoria da evolução”. A Capes é a principal agência de amparo à pesquisa científica no país.

Ex-reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Aguiar Neto afirmou em 2019 que iria ampliar os estudos do “design inteligente”, que nada mais é do que a nomenclatura contemporânea do criacionismo, com uma roupagem pouco mais atual.

Esta corrente de pensamento acredita que a origem do universo é teológica.

“Queremos colocar um contraponto à teoria da evolução e disseminar que a ideia da existência de um design inteligente pode estar presente a partir da educação básica, de uma maneira que podemos, com argumentos científicos, discutir o criacionismo”, disse Aguiar Neto ao site da universidade à época.

Benedito Guimarães Aguiar Neto substitui Anderson Correia, que deixou o governo de Jair Bolsonaro.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247