Novos inquéritos contra Cunha apuram uso do mandato em crimes

Dois novos inquéritos abertos pelo Supremo Tribunal Federal (STF) contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), visam apurar se o peemedebista se valeu do mandato para praticar crimes; suspeita é que Cunha e alguns aliados tenham pressionado o grupo Schahin, além de favorecer o corretor Lúcio Bolonha Funaro; Também está sendo investigada a atuação de Cunha pela provação de medidas provisórias para favorecer aliados como o ex-presidente do BTG Pactual André Esteves e o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro; inquéritos apuram crimes de corrupção ativa e passiva e de lavagem de dinheiro

Bras�lia - O Presidente da C�mara dos Deputados, Eduardo Cunha, durante reuni�o de l�deres (Marcelo Camargo/Ag�ncia Brasil)
Bras�lia - O Presidente da C�mara dos Deputados, Eduardo Cunha, durante reuni�o de l�deres (Marcelo Camargo/Ag�ncia Brasil) (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os dois novos inquéritos abertos pelo Supremo Tribunal Federal (STF), contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), visam apurar se o peemedebista se valeu do mandato para praticar crimes.

A suspeita é que Cunha e alguns aliados tenham pressionado o grupo Schahin, além de favorecer o corretor Lúcio Bolonha Funaro. Também está sendo investigada a atuação de Cunha pela provação de medidas provisórias para favorecer aliados como o ex-presidente do BTG Pactual André Esteves e o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, já havia se pronunciado pelo afastamento de Cunha do cargo alegando "desvio de finalidade" do mandato pelo parlamentar. Nos novos inquéritos abertos pelo STF, a suspeita é que Cunha tenha praticado os crimes de corrupção ativa e passiva e de lavagem de dinheiro.

A defesa de Eduardo Cunha nega as acusações de que ele tenha feito uso do mandato parlamentar para praticar crimes.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247