OAB pedirá impeachment de Cunha à Câmara e ao STF

O conselho federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) decidiu nesta segunda (1º), em votação colegiada, pedir o impeachment do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ); a entidade, cujo novo presidente Claudio Lamachia foi empossado hoje, oficiará o parlamento e também o Supremo Tribunal Federal defendendo que Cunha seja afastado da presidência do parlamento; a Ordem reforçará o pedido apresentado à Corte pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot

www.brasil247.com - O conselho federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) decidiu nesta segunda (1º), em votação colegiada, pedir o impeachment do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ); a entidade, cujo novo presidente Claudio Lamachia foi empossado hoje, oficiará o parlamento e também o Supremo Tribunal Federal defendendo que Cunha seja afastado da presidência do parlamento; a Ordem reforçará o pedido apresentado à Corte pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot
O conselho federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) decidiu nesta segunda (1º), em votação colegiada, pedir o impeachment do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ); a entidade, cujo novo presidente Claudio Lamachia foi empossado hoje, oficiará o parlamento e também o Supremo Tribunal Federal defendendo que Cunha seja afastado da presidência do parlamento; a Ordem reforçará o pedido apresentado à Corte pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot (Foto: Valter Lima)


247 - O conselho federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) decidiu nesta segunda (1º), em votação colegiada, pedir o impeachment do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. 

A entidade, cujo novo presidente Claudio Lamachia foi empossado hoje, oficiará o parlamento e também o Supremo Tribunal Federal defendendo que Cunha seja afastado da presidência do parlamento.

A Ordem reforçará o pedido apresentado recentemente à Corte pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que em dezembro solicitou o afastamento cautelar do peemedebista do cargo de deputado federal e também da presidência da Câmara.

Cunha é alvo de investigação na Operação Lava Jato. Ele é apontado como beneficiário de cerca de 5 milhões de dólares em propina como forma de viabilizar contratos de navio-sonda da Petrobras.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email