CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

Oito generais estão sendo investigados por corrupção

Obras executadas por militares no Dnit so suspeitas dedesvios, quesomam R$ 11 milhes; caso est na Justia Militar

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – A “faxina” promovida pela presidente Dilma Rousseff já derrubou 20 pessoas do Ministério dos Transportes, mas talvez tenha agora que entrar numa outra seara. Até o Exército, que também executa algumas obras rodoviárias do PAC, prestando serviços para o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes é suspeito de desvios.

Reportagem da Folha de S. Paulo, publicada neste domingo, aponta que o general Enzo Peri, comandante do Exército, e outros sete generais, são alvo de investigação da Procuradoria-Geral de Justiça Militar sob suspeita de participação em fraudes nas obras executadas pelos militares.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Ao todo, foram apontados indícios de fraudes em 88 licitações, com desvios de recursos que somariam R$ 11 milhões. As suspeitas vão desde roubo de materiais de construção até favorecimento de empresas e direcionamento de licitações.

Cerca de 2,7 mil homens do Exército atuam atualmente em obras de rodovias e aeroportos e na transposição do Rio São Francisco, num total de R$ 2 bilhões em orçamento. O envolvimento de militares em irregularidades nessas obras é apurado pela Procuradoria de Justiça Militar, pelo Ministério Público Federal e pelo Tribunal de Contas da União. A Procuradoria de Justiça Militar em Recife já denunciou militares envolvidos em furto de material de construção nas obras de duplicação da BR-101. Nas obras da BR-163 na divisa entre Mato Grosso e Pará, o problema é sobrepreço, segundo o TCU.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O Ministério Público Militar identificou e denunciou no mês passado uma organização criminosa responsável pelo desvio de R$ 11 milhões. O grupo era chefiado por um coronel e um major do Exército, que intermediavam os desvios com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), segundo a denúncia da Procuradoria Militar.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO