Olavo de Carvalho recorre para evitar pagar indenização de R$ 2,8 mi por ofensas a Caetano Veloso

Defesa recorreu da decisão da Justiça fluminense para que Olavo de Carvalho efetuasse o pagamento até a segunda-feira da semana passada. Ação por danos morais foi movida pelo músico Caetano Veloso após Olavo o acusar de ser "pedófilo"

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A defesa do astrólogo e guru do bolsonarismo Olavo de Carvalho ingressou com um recurso para tentar evitar o pagamento de uma indenização por danos morais de R$ 2,8 milhões ao músico Caetano veloso. 

Segundo reportagem do blog do jornalista Lauro Jardim, a Justiça fluminense havia determinado que o pagamento fosse efetuado até a segunda-feira da semana passada. 

O processo contra Olavo de Carvalho foi movido devido às ofensas pessoais que ele fez contra Caetano. Em 2017, ele acusou o cantor e compositor de ser “pedófilo”. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247