Operação da Lava Jato acontece um dia após término do prazo para explicar cooperação com EUA, diz Zanin

Alvo de uma operação da PF deflagrada nesta quarta-feira (9), o advogado Cristiano Martins Zanin, defensor do ex-presidente Lula, usou as redes sociais para destacar que a ação contra ele acontece um dia após expirar o prazo para que a Lava Jato explicasse sua cooperação com os EUA

Cristiano Zanin Martins
Cristiano Zanin Martins (Foto: Ricardo Stuckert)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Fabíola Salani, na Revista Fórum - Em seu Twitter, o advogado Cristiano Martins Zanin, defensor do ex-presidente Lula, elucida o “timing” da operação realizada nesta quarta-feira (9) que o coloca na mira da Polícia Federal. Ele ressalta que ela acontece após vencer o prazo para que a Lava Jato explicasse sua cooperação com os EUA, sem que o tivesse feito.

“Sobre ‘timing’: 1) No último dia 31/8 o STJ mandou o ministro da Justiça falar em 5 dias sobre as cooperações internacionais da Lava Jato com os EUA – onde alguns juízes e promotores brasileiros fizeram ‘cursos’. O prazo venceu ONTEM e a decisão NÃO FOI CUMPRIDA”, escreveu Zanin.

O advogado do ex-presidente Lula vê ainda outra motivação para a deflagração da operação nesta quarta-feira, que relata em sua rede social. “Nesta semana, após quase 3 anos de batalha judicial, deveríamos começar a fazer o exame do material proveniente do acordo de leniência da Odebrecht, que foi guardado até agora com muito sigilo pela Lava Jato”, contou. “Dá para imaginar por que a Lava Jato invadiu nosso escritório e pegou nosso material?”, questiona.

A operação realizada nesta quarta-feira fez busca e apreensão em endereços ligados a Zanin, entre outros advogados (leia mais abaixo). Ela foi autorizada pelo juiz federal Marcelo Bretas, responsável pela Lava Jato no Rio de Janeiro.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247