Oposição anuncia que vai ao STF contra privatização da Eletrobras

Votação está na pauta da Câmara para esta quarta-feira. Estado de calamidade pública fará com que medida seja votada diretamente no plenário, sem passar pelas comissões especiais, como é o rito normal

Sede Eletrobrás
Sede Eletrobrás (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 -  Líderes dos partidos de oposição na Câmara anunciaram no fim da manhã desta 4ª feira (19.mai.2021) que estão indo ao STF (Supremo Tribunal Federal) contra a votação da MP (medida provisória) da privatização da Eletrobras. O texto está na pauta desta 4ª no plenário da Casa.

O líder da Oposição, Alessandro Molon (PSB-RJ), disse que será ajuizada uma petição nas ADPFs (arguições de descumprimento de preceito fundamental) 661 e 663, sobre o funcionamento do Congresso na pandemia, segundo o Poder 360.

O deputado afirmou que uma das condições para a votação de medidas diretamente no plenário, sem passar pelas comissões especiais, como é o rito normal, é o Estado de calamidade pública. A calamidade deixou de vigorar no fim do ano passado. Também será apresentado ao Supremo um pedido de mandado de segurança.

PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e assista:


PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email