Palácio do Planalto estuda cerimônia de vacinação no dia 19 e Doria avalia antecipar calendário

O Planalto estuda organizar uma cerimônia no dia 19 de janeiro para anunciar o início da vacinação em todo País. Desafeto de Bolsonaro, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), avalia antecipar o anúncio da vacinação no estado, prevista inicialmente para começar no dia 25 deste mês

Vacina de Covid-19: Jair Bolsonaro e João Doria
Vacina de Covid-19: Jair Bolsonaro e João Doria (Foto: Agência Brasil | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Planalto estuda desde quarta-feira (13) organizar uma cerimônia no dia 19 de janeiro, com a presença de Jair Bolsonaro, para anunciar o início da vacinação em todo País. Desafeto de Bolsonaro, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), avalia a melhor estratégia para ser o primeiro a anunciar o início da vacinação após o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). 

No próximo domingo (17), membros da Anvisa terão uma reunião para decidir sobre a aplicação emergencial da vacinação. De acordo com o blog de Andréia Sadi, se o aval sair no domingo, o tucano estuda um cenário para se antecipar à cerimônia de terça-feira (19) no Palácio do Planalto.

Em dezembro, o chefe do Executivo paulista anunciou que a vacinação no estado de São Paulo ocorrerá no dia 25 de janeiro. O anúncio pressionou o governo federal a correr atrás de uma data nacional. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247