Pandemia e desmonte da educação pelo governo Bolsonaro deixa mais de 240 mil alunos fora da escola

Levantamento elaborado pelo do movimento Todos Pela Educação, aponta que 244 mil alunos com idades entre 6 e 14 anos não estavam frequentando as aulas no segundo trimestre deste ano

www.brasil247.com - Sala de aula
Sala de aula (Foto: CECILIA BASTOS/USP Imagens)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O desmonte do sistema de educação promovido pelo governo Jair Bolsonaro, associado à pandemia de Covid-19, fez com que o Brasil registrasse o maior número de crianças e jovens com idades entre 6 e 14 anos fora da escola. Segundo um levantamento elaborado pelo do movimento Todos Pela Educação, com base nos dados da PNAD Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua), 244 mil alunos nesta faixa etária não estavam frequentando as aulas no segundo trimestre deste ano. 

De acordo com o jornal O Globo, o estudo também apontou que o percentual de  crianças e jovens de 6 a 14 anos matriculados nos Ensinos Fundamental ou Médio chegou a 96,2% no período,  menor índice desde 2012. No segundo trimestre de 2021, o número de jovens e crianças fora da escola cresceu 171,1% em comparação ao mesmo período de 2019.

“Entre jovens de 15 a 17 anos, permaneceu a tendência de queda no percentual de alunos que estão fora da escola, chegando a 4,4% no 2º trimestre deste ano”, destaca a reportagem.

PUBLICIDADE

Ainda conforme a nota técnica “Taxas de atendimento escolar da população de 6 a 14 anos e de 15 a 17 anos", o Brasil também registrou 407,4 mil jovens de 15 a 17 anos fora da escola antes de ter completado o Ensino Médio.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email