Para atacar presidente da OAB, Eduardo Bolsonaro diz que é “lamentável” militar pelos direitos humanos

O filho de Jair Bolsonaro criticou o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, que se coloca como militante dos direitos humanos

(Foto: Will Shutter - Câmara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Forum - O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) usou as redes sociais neste sábado para criticar o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, e sua postura de militar em defesa dos direitos humanos.

Eduardo citou o filósofo marxista italiano Antonio Gramsci para criticar a declaração de Santa Cruz sem abordar exatamente o que foi falado. “É como Gramsci dizia, em todo local que você trabalhar você é um ‘agente transformador’. Ou seja, pouco importa o cargo, a missão da profissão, você tem que botar adiante as suas ideias custe o que custar. Lamentável”, publicou o filho do presidente Jair Bolsonaro.

O parlamentar é o autor de uma das crises que abalou o governo Bolsonaro neste último trimestre, quando cogitou o retorno do Ato Institucional nº5 (AI-5). “Tudo é culpa do Bolsonaro. Se a esquerda radicalizar a esse ponto, a gente vai precisar ter uma resposta e uma resposta ela pode ser via um novo AI-5”, disse na ocasião. A fala foi alvo de rechaço de diversos setores da política e fez com que parlamentares abrissem processo no Conselho de Ética da Câmara e na PGR.

Confira a reportagem completa na Revista Fórum

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247