Bolsonaro chama de ‘maus brasileiros’ os que mostram o desmatamento

Prestes a colocar um militar para dirigir o Inpe, Jair Bolsonaro voltou a criticar as ONGs e o ex-diretor do instituto Ricardo Galvão ao afirmar que “alguns brasileiros ousam fazer campanha com números mentirosos” sobre o desmatamento na Amazônia

247 - Prestes a colocar um militar para dirigir o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Jair Bolsonaro voltou a criticar as Organizações Não Governamentais (ONGs) e o ex-diretor do instituto Ricardo Galvão ao afirmar que “alguns brasileiros ousam fazer campanha com números mentirosos” sobre o desmatamento na Amazônia. Declaração de Bolsonaro acontece três dias após Galvão ter sido exonerado do cargo por rebater  as críticas de Bolsonaro à divulgação de dados que mostravam que o desmatamento cresceu 88% na Amazônia Legal. 

"A Amazônia é um potencial incalculável. Por isso, o mundo está de olho nela. Por isso alguns brasileiros ousam em fazer campanha com números mentirosos sobre nossa Amazônia", disse Bolsonaro. "E nós temos que vencer isso, e mostrar para o mundo, primeiro, que o governo mudou e, depois, que nós temos responsabilidade para mantê-la nossa, sem abrir mão de explorá-la de forma sustentável", emendou. 

Mais cedo, também nesta segunda-feira (5), o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, disse que o novo diretor do Inpe deverá ser anunciado até esta terça-feira (6), e que provavelmente será um militar da Aeronáutica e que o governo irá promover mudanças na sistemátivca de divulgação dos dados sobre o desmatamento no Brasil. (Leia no Brasil 247)

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247