Para evitar crise com "centrão", bolsonaristas tentam ajustar valor do fundo eleitoral para R$ 4 bilhões

Base de Bolsonaro na Câmara tenta saída política para aprovar o fundo eleitoral

(Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - A base do governo no Congresso busca uma saída para Jair Bolsonaro vetar o fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões sem comprar uma briga com o centrão, seu principal grupo de apoio  no Legislativo.

Uma das saídas em debate, já enviada ao Palácio do Planalto, envolve o envio de uma mensagem modificativa ao parlamento para alterar a Lei Orçamentária Anual e reduzir o valor destinado ao fundo eleitoral para um valor aproximado de R$ 4 bilhões.

Segundo o Painel da Folha de S.Paulo, líderes do centrão dizem que a solução pode ser um bom caminho.

PUBLICIDADE

Em entrevista na segunda (19), Bolsonaro sinalizou que deve vetar o aumento no fundo.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email