Para FHC, sociólogo Florestan Fernandes "era o que havia de melhor na USP"

Declaração do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso foi feita no âmbito das comemorações do político, sociólogo e considerado o fundador da sociologia crítica no Brasil, Florestan Fernandes

(Foto: ABr | Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse que o sociólogo e professor da Universidade de São Paulo (USP) Florestan Fernandes (1920-1995) “era o que havia de melhor” na instituição de ensino. Declaração de FHC foi feita no âmbito do centenário do sociólogo, que será comemorado no dia 22 de julho. 

Em entrevista ao Jornal da USP, FHC relembrou que foi aluno e professor assistente de Florestan, o que lhe permitiu acompanhar a carreira do sociólogo, incluindo a aposentadoria imposta pela ditadura militar, em 1969, e sua atividade como deputado federal. “Ele tinha três ídolos: Durkheim, Marx e Weber”, destacou FHC na entrevista. 

FHC disse, ainda, que Florestan temia que o estudo de pensadores como Marx e Georg Lukács levasse os alunos a terem uma análise sociológica mais interpretativa do que lastrada em fato. “Ele conhecia muito esses autores, mas tinha medo de que nós nos perdêssemos em discussões sobre dialética, nos perdêssemos nas análises sociológicas dos processos empíricos”, disse.

Ainda segundo o ex-presidente, “mais tarde ele foi ficando mais solto nas análises, passou a se interessar por problemas do Brasil. Ele sempre se interessou, mas do ângulo mais estrito do sociólogo ou do antropólogo. Aí ele passou a ter uma visão mais política.”

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email