Partidos progressistas e movimentos sociais marcam dia de protesto contra Bolsonaro

Lockdown nacional, aceleração da vacinação e auxílio de R$ 600 são as pautas prioritárias de uma jornada de protesto contra o governo Bolsonaro marcada para o dia 24 de março

(Foto: Tiago Rodrigues/MST)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em encontro com cerca de 500 dirigentes de partidos progressistas, centrais sindicais e movimentos populares, a campanha "Fora Bolsonaro" decidiu marcar para 24 de março a próxima mobilização nacional contra o governo de Jair Bolsonaro.

Compõem a organização do movimento organizações como CUT, CTB, MST, MTST, e partidos de esquerda como PT, PCdoB, PSOL, PDT e PSB.

As principais bandeiras do protesto serão o pedido de lockdown nacional, a aceleração da vacinação, ampliação dos leitos no SUS, pagamento de auxílio emergencial de R$ 600 até o fim da pandemia. Além disso, protestarão contra as reformas promovidas pelo governo federal, contra os projetos de privatização e a favor do impeachment de Bolsonaro, informa o Painel da Folha de S.Paulo.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email