Patético, Temer fala em exercer a autoridade que não tem

No poder graças a um golpe e rejeitado por quase 100% dos brasileiros, Michel Temer, sem fazer referência direta à greve dos caminhoneiros, disse que "quando tentam parar o Brasil" o governo exerce "autoridade para preservar a ordem"

No poder graças a um golpe e rejeitado por quase 100% dos brasileiros, Michel Temer, sem fazer referência direta à greve dos caminhoneiros, disse que "quando tentam parar o Brasil" o governo exerce "autoridade para preservar a ordem"
No poder graças a um golpe e rejeitado por quase 100% dos brasileiros, Michel Temer, sem fazer referência direta à greve dos caminhoneiros, disse que "quando tentam parar o Brasil" o governo exerce "autoridade para preservar a ordem" (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Michel Temer disse que "a hora é de acreditar cada vez mais no nosso País". O emedebista defendeu o "diálogo" em meio à greve dos caminhoneiros, que chega ao 9º dia e provoca uma crise de abastecimento no País.

Sem fazer referência direta à greve dos caminhoneiros, Temer, rejeitado pela quase totalidade dos brasileiros, disse que "quando tentam parar o Brasil" o governo exerce "autoridade para preservar a ordem". 

"O diálogo é da própria essência da boa política e da democracia. É, aliás, a sua fortaleza. Quando alguns rejeitam o diálogo e tentam parar o Brasil, nós exercemos autoridade para preservar a ordem e os direitos à população. Mas antes disso o diálogo é fundamental, leve quanto tempo levar, porque isso é fundamental para o exercício que a Constituição determina, ou seja, a democracia plena no nosso País", acrescentou ele,durante abertura do Fórum de Investimentos Brasil, nesta terça-feira (29) em São Paulo.

 

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email