Patrícia Lélis usa suas redes para denunciar estupros e orgias promovidos por Marco Feliciano

"Quem não aceita ser amante de Feliciano é estuprada", diz ela, que postou vídeo de uma das vítimas

(Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – A jornalista Patrícia Lélis, que já foi próxima a políticos de extrema direita e a pastores evangélicos, publicou uma série de tweets em que acusou Marco Feliciano, um dos principais aliados de Jair Bolsonaro, de promover estupros e orgias em suas igrejas. Confira os tweets e seu vídeo:


 

View this post on Instagram

A post shared by Patrícia Lélis (@patricialelis)

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247