Paulo Pimenta sobre a proposta de autonomia das PMs: "uma milícia dentro do estado"

Proposta defendida pela bancada da bala na Câmara dos Deputados altera a Lei Orgânica da Polícia Militar e retira dos governadores o comando da corporação

www.brasil247.com - Paulo Pimenta
Paulo Pimenta (Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados)


247 - O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) comentou no programa Giro das Onze, da TV 247, o projeto que visa blindar as Polícias Militares do controle institucional. A proposta avança no Congresso Nacional e altera a Lei Orgânica da Polícia Militar e estabelece uma lista tríplice para escolha de comandantes-gerais da corporação.

“O projeto retira dos governadores a autonomia para nomear o chefe da Polícia Militar. Querem criar uma lista tríplice e autonomia orçamentária e financeira. Uma loucura completa. Querem criar uma milícia dentro do estado. Milícia paraestatal”, definiu.

O deputado também falou sobre o compromisso da campanha do ex-presidente Lula de combate à fome e lembrou que “a política de produção de alimentos, que foram desenvolvidas nos governo do PT, representaram uma verdadeira revolução”. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“O presidente Lula já disse que lamenta profundamente que tenhamos consigo algo que foi tirar o Brasil do mapa da fome e, hoje voltamos em situações mais dramáticas do que eram aquelas de 2002”, disse.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ele advertiu que a resposta a essa demanda “não virá do dia para a noite, pois vamos ter que reorganizar a estrutura produtiva do país”. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email