Paulo Teixeira: parlamentares negacionistas querem impedir regulamentação da cannabis medicinal

Recurso apresentado por parlamentares pode inviabilizar o projeto que reduz o custo de produção de medicamentos à base de maconha e amplia o acesso ao tratamento para doenças como Alzheimer, Parkinson, Autismo, Epilepsia e Câncer

www.brasil247.com -
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) denunciou nesta segunda-feira (1) a tentativa de impedir a regulamentação do uso da cannabis medicinal no Brasil. 

Pelo Twitter, o parlamentar contou que o projeto de lei PL399/2015, que democratiza o acesso da cannabis para o tratamento de várias doenças e foi aprovado em uma comissão especial da Câmara, vem sofrendo recurso mobilizado por "parlamentares negacionistas" contrários à utilização da planta.

"Devido a esse recurso se faz necessária uma votação no plenário da Câmara dos Deputados para que haja sua derrubada ou manutenção. A votação acontecerá em breve, colocando em jogo a dignidade e o destino de milhares de famílias brasileiras que necessitam da cannabis medicinal", escreveu Teixeira. 

PUBLICIDADE

O projeto aprovado reduz o custo de produção de medicamentos, possibilitando que sejam produzidos no Brasil, e amplia o acesso ao tratamento para doenças e transtornos, como Alzheimer, Parkinson, Autismo, Epilepsia e Câncer.

"Precisamos pressionar e mobilizar as/os parlamentares para derrubarmos o recurso e encaminharmos o projeto para que siga diretamente ao Senado Federal, onde possui mais chances de passar e seja sancionado como lei", completou. 

PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email