Peluso deve se aposentar antes de votar

Ministro do STF, que sai em setembro, era tido como voto certo pela condenação dos réus da Ação Penal 470

Peluso deve se aposentar antes de votar
Peluso deve se aposentar antes de votar (Foto: Divulgação)

247 – Embora o primeiro dia de julgamento da Ação Penal 470, a do chamado mensalão, tenha sido marcada por duros ataques aos réus, especialmente por parte do ministro Joaquim Barbosa, os advogados de defesa comemoram uma vitória: o possível atraso do julgamento, que impediria o voto de Cezar Peluso, que se aposenta em setembro. Leia, abaixo, comentário de Ricardo Noblat:

Dificilmente o ministro Cesar Peluso, que se aposenta no próximo dia 3 de setembro, votará no processo do mensalão. Simplesmente porque o julgamento se arrastará por mais tempo que o previsto.

Só o voto do relator Joaquim Barbosa tem 1000 (mil) páginas e levará quatro dias para ser lido.

O voto do ministro Ricardo Lewandowski também tem mais de 1000 (mil) páginas e se depender do ministro ele o lerá devagar para consumir mais do que quatro dias.

Peluso até poderia pedir para votar adiantado, mas só poderia fazê-lo depois da leitura dos votos do relator e do revisor.

Peluso é voto certo pela condenação dos principais réus.

É por isso que a defesa saiu tão feliz do STF hoje.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247