Pesquisas ajudaram Lula a escolher Haddad

 Sondagens internas do PT serviram como argumento para Lula definir Fernando Haddad como 'escolhido' no cenário tripartite da chapa à presidência; essas sondagens revelaram um potencial expressivo de transferência de votos do ex-presidente Lula àquele que eventualmente herdar a cabeça de chapa, caso o poder judiciário não interrompa o processo de perseguição ao ex-presidente; Haddad celebrou seu 'estágio probatório' como vice oficial e disse que recebeu nota 10 de Gleisi Hoffmann, presidente do partido

Pesquisas ajudaram Lula a escolher Haddad
Pesquisas ajudaram Lula a escolher Haddad

247 - Sondagens internas do PT serviram como argumento para Lula definir Fernando Haddad como 'escolhido' no cenário tripartite da chapa à presidência. Essas sondagens revelaram um potencial expressivo de transferência de votos do ex-presidente Lula àquele que eventualmente herdar a cabeça de chapa, caso o poder judiciário não interrompa o processo de perseguição ao ex-presidente. Haddad celebrou seu 'estágio probatório' como vice oficial e disse que recebeu nota 10 de Gleisi Hoffmann, presidente do partido. 

"A consolidar-se a opção por Fernando Haddad como o plano B do PT para a sucessão presidencial - por ora em "estágio probatório" na vaga de vice -, o partido aposta em pesquisas internas que indicam um potencial expressivo de transferência de votos do ex-presidente Lula a seu escolhido. As sondagens também mostram rejeição a uma chapa encabeçada por uma mulher, após a experiência com Dilma Rousseff. Essa rejeição favoreceu a opção por Haddad e justificou os vetos a que a presidente do partido, Gleisi Hoffmann (PR), ou Manuela D'Ávila (PCdo B) assumissem desde já a vaga de vice - e, portanto, de "porta-voz" da campanha.

Haddad disse ontem que sua participação na chapa não é um "projeto pessoal" e afirmou que recebeu "nota dez" da senadora Gleisi em seu primeiro dia de "estágio" como candidato a vice. Na segunda-feira, a petista afirmou a "O Estado de S. Paulo" que o candidato do PT é Lula e que Haddad está em "estágio probatório". Ao lado do ex-prefeito, Manuela brincou e disse que ele deve ser "promovido" em seis meses."

Leia mais aqui. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247