"Pessoas que têm mais cultura têm menos filhos", diz Bolsonaro sobre planejamento familiar

Jair Bolsonaro defendeu a necessidade de uma política de planejamento familiar alegando que que "pessoas que têm mais cultura têm menos filhos". Sobre o fato de ter cinco filhos, Bolsonaro alegou ser “uma exceção à regra”.

(Foto: Antonio Cruz - ABR)

Jair Bolsonaro defendeu a necessidade de uma política de planejamento familiar alegando que que "pessoas que têm mais cultura têm menos filhos". Sobre o fato de ter cinco filhos, Bolsonaro alegou ser “uma exceção à regra”. 

“Não é controle não, você vai botar na capa da "Folha" amanhã que eu tô dizendo que tem que ter controle de natalidade. Planejamento familiar. Você olha que as as pessoas que têm mais cultura têm menos filhos. Eu sou uma exceção à regra, tenho cinco, tá certo? Mas como regra é isso”, afirmou. 

Bolsonaro disse, ainda, que o mundo tem cerca de 7,6 bilhões de habitantes e que somente o Brasil ganha cerca de outros 2 milhões de pessoas anualmente. “O pessoal tem que comer. E como é que você tem que estimular o agronegócio? É a parte da economia que mais está dando certo no Brasil. Nós concorremos com Austrália, Estados Unidos, então temos que colaborar com esse setor”, destacou. 

Nesta linha, ao ser indagado sobre os efeitos do estímulo a ampliação do agronegócio sobre o meio ambiente, Bolsonaro sugeriu a um repórter que “faça cocô dia sim dia não”, como forma de combater a poluição ambiental. É lógico que sim [sobre aliar o agronegócio com preservação ambiental]. É só você deixar de comer menos um pouquinho. Quando se fala em poluição ambiental, é só você fazer cocô dia sim, dia não, que melhora bastante a nossa vida também, tá certo?”, disparou. 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247