Petrobrás celebra 15 anos de produção no Pré-Sal e anuncia planos de investimentos no ES

Plano Estratégico para o período de 2023 a 2027 prevê investimentos de R$ 22 bilhões em projetos de Exploração e Produção no estado, incluindo o navio-plataforma Maria Quitéria

Jean Paul Prates e Eduarda Lacerda
Jean Paul Prates e Eduarda Lacerda (Foto: Divulgação/Petrobrás)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - A Petrobrás comemorou, nesta segunda-feira (18), um evento que marcou a história da produção de petróleo e gás no país: o aniversário de 15 anos do início da extração de óleo no pré-sal brasileiro. A cerimônia ocorreu no edifício-sede da Petrobrás em Vitória, no Espírito Santo, e contou com a presença do presidente da companhia, Jean Paul Prates, diretores executivos, autoridades governamentais, representantes sindicais e membros da sociedade.

O marco histórico foi alcançado em setembro de 2008, quando a plataforma P-34, originalmente projetada para operar no pós-sal, foi adaptada para iniciar a produção no pré-sal, no campo de Jubarte, na Bacia de Campos, localizada na porção capixaba. Hoje, o campo de Jubarte continua a produzir óleo do pré-sal com o FPSO Cidade de Anchieta e a P-58, contribuindo significativamente para a produção nacional.

continua após o anúncio

Desde o início da produção do pré-sal, essa camada de reservatórios se expandiu para a Bacia de Santos, com um total de 31 plataformas operando na região, das quais 23 são dedicadas exclusivamente à produção do pré-sal. Atualmente, o pré-sal responde por impressionantes 78% da produção de petróleo do Brasil, representando mais de um terço da produção de toda a América Latina.

Jean Paul Prates, presidente da Petrobrás, destacou o papel fundamental dos trabalhadores e da capacidade de inovação da empresa na conquista do pré-sal: "O pré-sal é a prova da capacidade de superação do brasileiro, que não se entrega e vai à luta. É a síntese da jornada de inovação da Petrobrás, que vem ultrapassando, ao longo de 70 anos de história, todo tipo de desafio e, ao mesmo tempo, entregando resultados surpreendentes."

continua após o anúncio

Além da produção de petróleo, a Petrobrás também anunciou planos de investimento no Espírito Santo. O Plano Estratégico da companhia para o período de 2023 a 2027 prevê investimentos de R$ 22 bilhões em projetos de Exploração e Produção no estado, incluindo o navio-plataforma Maria Quitéria, que entrará em operação em 2025. Esta plataforma, operando no pré-sal do campo de Jubarte, será a primeira "all electric" da Petrobrás, reduzindo significativamente as emissões de gases de efeito estufa.

Além disso, a Petrobrás está explorando a transição para energia renovável no estado, com o desenvolvimento de projetos de energia eólica, incluindo o projeto Aracatu II, em parceria com a Equinor, que tem uma capacidade total de geração de 4GW. A empresa também iniciou o processo de licenciamento para desenvolver projetos de energia eólica offshore em várias regiões do Brasil, com um potencial total de 23 GW.

continua após o anúncio

A Petrobrás está comprometida com a responsabilidade socioambiental e investe R$ 59 milhões em nove projetos no Espírito Santo, abrangendo iniciativas ambientais e sociais em treze municípios.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247