PF abre inquérito para investigar sargento da FAB preso com droga

A Polícia Federal abriu um inquérito para investigar o segundo-sargento da Aeronáutica Manoel Silva Rodrigues, preso na semana passada com 39 quilos de cocaína ao desembargar em Sevilla, na Espanha; a corporação quer apurar eventuais ligações do militar com narcotraficantes e as circunstâncias que propiciaram a obtenção da droga

(Foto: Isac Nóbrega/PR)

247 - A Polícia Federal abriu um inquérito para investigar o segundo-sargento da Aeronáutica Manoel Silva Rodrigues, preso na semana passada com 39 quilos de cocaína ao desembargar em Sevilla, na Espanha. A corporação quer apurar eventuais ligações do militar com narcotraficantes e as circunstâncias que propiciaram a obtenção da droga.

Os invesgadores querem saber, por exemplo, as movimentações financeiras de Rodrigues. De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo, a PF também estuda medidas que podem vir a ser requisitadas à Justiça com esse objetivo, como a quebra do sigilo bancário do militar.

Uma equipe da Aeronáutica vai à Espanha para interrogar o sargento. Após se reunir nesta terça-feira (2) com os ministros da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, Bolsonaro demonstrou desconfiança do sargento. "Todos nós achamos que não é a primeira vez que esse militar mexeu com drogas", afirmou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247