PF apreende documentos do porto de Santos na casa de Loures

"A Polícia Federal apreendeu em endereços de Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), ex-assessor do presidente Michel Temer, documentos referentes a interesses da empresa portuária Rodrimar, segundo relatório policial", informam os jornalistas Reynaldo Turollo e Rubens Valente; o porto de Santos é, há vários anos, área de influência de Temer, que decidiu prorrogar as concessões em 35 anos, depois de conquistar o poder por meio do golpe parlamentar; Rocha Loures recebeu uma mala de R$ 500 mil e foi preso neste sábado

BRASILIA DF 23/02/2010 POLITICA Presidente Michel Temer recebe Deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) e convidado na Camara dos Deputados FOTO JBatista / Agencia Camara
BRASILIA DF 23/02/2010 POLITICA Presidente Michel Temer recebe Deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) e convidado na Camara dos Deputados FOTO JBatista / Agencia Camara (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – "A Polícia Federal apreendeu em endereços de Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), ex-assessor do presidente Michel Temer, documentos referentes a interesses da empresa portuária Rodrimar, segundo relatório policial", informam os jornalistas Reynaldo Turollo e Rubens Valente.

O porto de Santos é, há vários anos, área de influência de Temer, que decidiu prorrogar as concessões em 35 anos, depois de conquistar o poder por meio do golpe parlamentar.

Rocha Loures recebeu uma mala de R$ 500 mil e foi preso neste sábado.

"Policiais também acharam nos imóveis e no antigo gabinete de Rocha Loures na Câmara anotações sobre contatos no Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e o organograma do órgão, R$ 20 mil em dinheiro, 'uma pasta de arquivo no armário do quarto do filho, contendo documentos sobre conta no [banco] Credit Suisse', que estava em um apartamento em Curitiba, e retiveram pen drives, computadores e outros itens", informam os jornalistas.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247