PF investiga movimentações financeiras de Wassef, ex-advogado de Jair Bolsonaro e seu filho Flávio

A Polícia Federal vai apurar movimentações financeiras de Frederick Wassef, ex-advogado do clã Bolsonaro. Investigação tem como base documento de inteligência do Coaf produzido em julho deste ano

www.brasil247.com - Frederick Wassef, Jair Bolsonaro e Flávio Bolsonaro
Frederick Wassef, Jair Bolsonaro e Flávio Bolsonaro (Foto: Reprodução | Valter Campanato/Agência Brasil)


247 - A Polícia Federal abriu inquérito para apurar movimentações financeiras de Frederick Wassef, ex-advogado de Jair Bolsonaro e seu filho Flávio. 

A investigação se baseia em documento de inteligência do Coaf produzido em julho deste ano.

O Coaf constatou que foram feitos pagamentos de R$ 9 milhões da JBS para Wassef. Operações financeiras de Wassef, seu escritório e uma empresa à qual é vinculado foram consideradas suspeitas pelo Coaf. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O relatório foi produzido um mês depois de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio, ser preso em um imóvel de Wassef, em Atibaia (SP). 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O inquérito foi aberto após o Ministério Público enviar à Polícia Federal a documentação do Coaf, informa o Painel da Folha de S.Paulo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No mês passado, Wassef virou réu sob acusação de peculato e lavagem de dinheiro, suspeito de participar de um esquema que teria desviado R$ 4,6 milhões das seções fluminenses do Sesc (Serviço Social do Comércio), do Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) e da Fecomércio (Federação do Comércio).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email