PGR: exploração de satélite por estrangeiro ameaça soberania do Brasil

Em manifestação enviada ao Supremo Tribunal Federal, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, se posicionou mais uma vez contra o contrato de exploração do Satélite Geoestacionário Brasileiro de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) por uma empresa estrangeira

PGR: exploração de satélite por estrangeiro ameaça soberania do Brasil
PGR: exploração de satélite por estrangeiro ameaça soberania do Brasil (Foto: Esq.: Antonio Cruz - ABR)

247 - Em manifestação enviada ao Supremo Tribunal Federal, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, se posicionou mais uma vez contra o contrato de exploração do Satélite Geoestacionário Brasileiro de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) por uma empresa estrangeira. A PGR ratificou seu posicionamento contrário à decisão que suspendeu liminar e permitiu o contrato.

Em março de 2018, sob o governo Michel Temer, apoiado por Jair Bolsonaro, a Telebrás, com o aval do Ministério da Ciência Tecnologia Inovação e Comunicações (MCTIC), firmou um acordo com a norte- americana Viasat, entregando a capacidade do SGDC à implementação e fornecimentos da empresa norte-americana.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247