PGR pede petição autônoma para investigar caixa 2 de Lorenzoni

Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu a abertura de uma 'petição autônoma' específica ao STF para apurar as acusações de caixa 2 feitas por delatores do grupo JBS contra dez parlamentares, incluindo o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS), futuro ministro da Casa Civil do governo de Jair Bolsonaro (PSL); Lorenzoni é acusado por delatores de ter recebido R$ 100 mil durante a campanha eleitoral de 2010 e outros R$ 200 mil em 2014

PGR pede petição autônoma para investigar caixa 2 de Lorenzoni
PGR pede petição autônoma para investigar caixa 2 de Lorenzoni (Foto: Marcelo Camargo/ABR)

247 - A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu a abertura de uma 'petição autônoma' específica ao Supremo Tribunal Federal (STF) para apurar as acusações de caixa 2 feitas por delatores do grupo JBS contra dez parlamentares, incluindo o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS), futuro ministro da Casa Civil do governo de Jair Bolsonaro (PSL). Lorenzoni é acusado por delatores de ter recebido R$ 100 mil por meio de caixa 2 em 2010 e outros R$ 200 mil em 2014.

Além de Onyx Lorenzoni, a petição autônoma pede apuração das denúncias contra os deputados federais Alceu Moreira (MDB-RS), Jeronimo Goergen (PP-RS), Paulo Teixeira (PT-SP), Marcelo Castro (MDB-PI), Welington Fagundes (PR-MT), Zé Silva (SD-MG), e contra os senadores, Ciro Nogueira (PP-PI), Eduardo Braga (MDB-AM) e Renan Calheiros (MDB-AL).

"Verificou-se situações em que o recebimento de dinheiro de forma dissimulada ocorreu no curso do mandato parlamentar por agentes políticos que ainda são detentores de foro no STF, fazendo-se necessária a autuação de petições autônomas para adoção de providências em relação a cada autoridade envolvida. Os distintos relatos de repasse de verbas envolvendo diversas autoridades públicas, em contextos que não guardam relação entre si, demandam o desmembramento dos presentes autos, de modo que cada procedimento siga o curso próprio", justificou Dodge na manifestação encaminhada ao STF.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247