Pimenta: quem vai mandar na aliança de Ciro, Manuela ou Steinbruch?

O presidente do PCO, Rui Costa Pimenta, analisa as movimentações do candidato Ciro Gomes (PDT) com setores da direita; "Na prática, quem irá mandar na aliança do Ciro, Manuela D'Ávila ou empresário e banqueiro Benjamin Steinbruch (PP), cuja a fortuna está avaliada em R$ 980 milhões? A resposta é fácil, é só observar quem tem mais peso na coligação", observa; para ele, "Ciro aproxima-se do PCdoB e PSB, pois precisa de uma fachada esquerdista para conquistar o eleitorado do PT, e com o PP e DEM para contar com a burguesia de carne e osso, os setores do empresariado e banqueiros"

O presidente do PCO, Rui Costa Pimenta, analisa as movimentações do candidato Ciro Gomes (PDT) com setores da direita; "Na prática, quem irá mandar na aliança do Ciro, Manuela D'Ávila ou empresário e banqueiro Benjamin Steinbruch (PP), cuja a fortuna está avaliada em R$ 980 milhões? A resposta é fácil, é só observar quem tem mais peso na coligação", observa; para ele, "Ciro aproxima-se do PCdoB e PSB, pois precisa de uma fachada esquerdista para conquistar o eleitorado do PT, e com o PP e DEM para contar com a burguesia de carne e osso, os setores do empresariado e banqueiros"
O presidente do PCO, Rui Costa Pimenta, analisa as movimentações do candidato Ciro Gomes (PDT) com setores da direita; "Na prática, quem irá mandar na aliança do Ciro, Manuela D'Ávila ou empresário e banqueiro Benjamin Steinbruch (PP), cuja a fortuna está avaliada em R$ 980 milhões? A resposta é fácil, é só observar quem tem mais peso na coligação", observa; para ele, "Ciro aproxima-se do PCdoB e PSB, pois precisa de uma fachada esquerdista para conquistar o eleitorado do PT, e com o PP e DEM para contar com a burguesia de carne e osso, os setores do empresariado e banqueiros" (Foto: Lais Gouveia)

TV 247 - O presidente do Partido da Causa Operária (PCO), Rui Costa Pimenta, concedeu entrevista à TV 247, diretamente da Alemanha, analisando as movimentações políticas envolvendo o cenário pré-eleitoral. Ao citar as conjecturas do presidenciável Ciro Gomes (PDT), Pimenta indaga: "quem vai mandar na aliança do Ciro: a Manuela D'Ávila (PCdoB) ou Benjamin Steinbruch (PP)?".

Para ele, "Ciro aproxima-se do PCdoB e PSB, pois precisa de uma fachada esquerdista para conquistar o eleitorado do PT, e com o PP e DEM para contar com a burguesia de carne e osso, os setores do empresariado e banqueiros".

"Na prática, quem irá mandar na aliança do Ciro, Manuela D'Ávila (PCdoB) ou empresário e banqueiro Benjamin Steinbruch (PP), cuja a fortuna está avaliada em R$ 980 milhões? A resposta é fácil, é só observar quem tem mais peso na coligação", observa.

Rui Costa Pimenta classifica como "fraudulenta" a pesquisa do Instituto Datafolha divulgada no último domingo (10). "Contém alta dose de manipulação, quando dizem que Lula possui 30% das intenções de voto, penso que jogam essa porcentagem para baixo. Se o Datafolha apresenta Lula com 40%, a situação pode fugir do controle", aponta.

"Considero que a consulta do Datafolha confirma a tese que é Lula ou nada", avalia Rui Costa Pimenta.

Golpistas em ação

O presidente do PCO alerta para uma possível movimentação fora das vias eleitorais. "A mídia hegemônica vem implantando um discurso de descrédito da população em relação ao sistema político. Tal fato gera uma hipótese do consórcio golpista tentar perpetuar-se no poder fora das vias políticas, porém, todos os indícios ainda são muito nebulosos", considera.

Inscreva-se na TV 247 e confira a entrevista: 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247