PM e bombeiros ameaçam greve no Espírito Santo

Deciso ser tomada aps o prximo dia 15, quando ocorre assembleia geral para discutir as propostas apresentadas pelo Governo do Estado em relao s reivindicaes da categoria

PM e bombeiros ameaçam greve no Espírito Santo
PM e bombeiros ameaçam greve no Espírito Santo (Foto: Divulgação)

Os policiais militares e bombeiros ameaçam entrar em greve no Espírito Santo. A decisão será tomada após o próximo dia 15, quando será realizada uma assembleia geral para discutir as propostas apresentadas pelo Governo do Estado em relação às reivindicações da categoria.

No ano passado, a categoria solicitou ao Governo do Estado, por meio de indicação parlamentar, aumento salarial de 40%, a serem reajustados em três parcelas até 2013 e reestruturação do quadro organizacional da PM e dos bombeiros.

Segundo o 1º secretário da Associação de Cabos e Soldados do Espírito Santo, Alexandre Pereira, o Governo do Estado se comprometeu a apresentar uma contra-proposta no início deste ano o que não ocorreu.

"Nós confiamos no Governador Renato Casagrande, que já nos sinalizou apoio, e acreditamos que o Governo do Estado está disposto a apresentar alguma proposta que satisfaça a categoria. Mas a situação está insustentável. Há policiais com vinte anos de serviço, que nunca foram promovidos", afirmou Alexandre.

Alexandre Pereira também descarta a paralisação da categoria antes do dia 15, em protesto aos militares do Exército que ameaçam invadir a Assembleia Legislativa da Bahia, ocupada por policiais militares que estão em greve no Estado

"Nós estamos esperando o Governo se manifestar. Enquanto isso, não há possibilidade", afirmou Alexandre Pereira.

O comandante-geral da PM no Espírito Santo, Coronel Ronalt Willian de Oliveira, que está intermediando as negociações, não quis detalhar as propostas que serão apresentadas pelo Governo do Estado, durante a assembleia do próximo dia 15. No entanto, afirmou que a categoria será atendida.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247