PML: Moro deu regalias a Cláudia Cruz e porrada em Marisa Letícia

O jornalista Paulo Moreira Leite relembra como a falecida esposa de Lula, Marisa Letícia, foi humilhada pela Lava Jato; "Ela foi tratada até a morte de uma forma indigna e indecente, não teve uma absolvição póstuma, ao contrário da jornalista Cláudia Cruz, que teve todo um tratamento especial", compara, em referência à mulher de Eduardo Cunha, absolvida por Sergio Moro; assista ao programa Boa Noite 247

PML: Moro deu regalias a Cláudia Cruz e porrada em Marisa Letícia
PML: Moro deu regalias a Cláudia Cruz e porrada em Marisa Letícia

TV 247 - O programa Boa Noite 247 desta quarta-feira (18) destacou a declaração do ministro Dias Toffoli, próximo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), insinuando que manterá Lula encarcerado, a decisão do TSE em vetar a ação do MBL e a condenação da mulher de Eduardo Cunha, Cláudia Cruz, pelo TRF-4. 

O ministro Dias Toffoli declarou à Folha de S.Paulo que a presidência do Supremo, muitas vezes, leva quem está exercendo o cargo a votar contra o seu próprio convencimento, em defesa da instituição.

Na opinião do jornalista Paulo Moreira Leite, o ministro deveria guardar tal tipo de opinião para seu psicanalista ou familiar. "Isso não se fala em uma entrevista. No mínimo, ele deveria ter coragem de dizer que irá resguardar a constituição", expõe. 

O jornalista Alex Solnik acredita que tal declaração seria para diminuir a pressão que o ministro vem sofrendo por parte da direita, para que ele não interceda favoravelmente ao habeas corpus de Lula. "Evidentemente nós sabemos qual é a posição dele, que é a prisão somente após o trânsito em julgado", diz.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou a ação do Movimento Brasil Livre (MBL) para que o ex-presidente Lula tornasse inelegível desde já. Solnik afirma que a função do grupo é ir contra a democracia. "Eles são vazios, partem logo pra agressão, não possuem conteúdo algum", observa.

O TRF-4 alterou uma decisão do juiz Sérgio Moro, que tinha absolvido Cláudia Cruz, esposa do ex-deputado federal Eduardo Cunha, dos crimes de lavagem de dinheiro e evasão de divisas. O Tribunal de Porto Alegre condenou a jornalista pelo crime de evasão de divisas.

Moreira Leite relembra como a falecida esposa do ex-presidente Lula, a operária Marisa Letícia Lula da Silva, foi humilhada pela Lava Jato. "Ora como a madame de São Bernardo, ora como uma irresponsável, ela foi tratada até a morte de uma forma indigna e indecente, não teve uma absolvição póstuma, ao contrário da jornalista Cláudia Cruz, que teve todo um tratamento especial", condena.

 Inscreva-se na TV 247 e confira o programa Boa Noite 247:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247