Pobreza triplicou em seis meses e número de brasileiros nesta condição ultrapassa 27 milhões

Segundo a Fundação Getúlio Vargas, o número de pobres no Brasil aumentou de 9,5 milhões em agosto de 2020 para mais de 27 milhões em fevereiro de 2021

(Foto: Tomaz Silva/Ag.Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Pesquisa da Fundação Getúlio Vargas aponta que a pobreza no Brasil se acelera velozmente. Em seis meses, o número de brasileiros que vivem na pobreza quase triplicou. O número de pobres saltou de 9,5 milhões em agosto de 2020 para mais de 27 milhões em fevereiro de 2021. Está faltando comida na mesa dos brasileiros.

A fome voltou a ser um problema relevante no país, um agudo problema social . 

O economista Marcelo Nery, da FGV Social, entrevistado no Jornal Nacional, diz que em março deste ano, sem auxílio emergencial, o Brasil passou a viver o pior nível de pobreza de toda a série histórica que começa em 2012.

O momento é de emergência social, exigindo que governo, sociedade civil e iniciativa privada juntem esforços para ajudar os mais vulneráveis, opina Edu Lyra, presidente da Gerando Falcões, uma plataforma que atua em dezenas de favelas do Brasil.  

O economista Sergio Firpo, professor do Insper, acredita que a vacina é a forma mais barata de resolver os problemas econômicos e sociais. Ele diz que os trabalhadores sem carteira assinada também precisam de incentivos, como linhas de financiamento especiais.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email