Polícia apreende menor suspeito de matar cinegrafista da Band

Adolescente capturado em ao na zona oeste do Rio pode ter sido autor do disparo que matou Gelson Domingos da Silva

Polícia apreende menor suspeito de matar cinegrafista da Band
Polícia apreende menor suspeito de matar cinegrafista da Band (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Polícia Militar do Rio de Janeiro capturou um dos suspeitos de ter efetuado o disparo que matou o cinegrafista da Band no início deste mês. O adolescente foi apreendido em uma operação da PM na comunidade da Vila Kennedy, na zona oeste do Rio de Janeiro. Gelson Domingos da Silva foi baleado durante ação policial na favela Antares, em Santa Cruz, na mesma área.

Eis o texto do portal Comunique-se:

Na noite da última quinta-feira (10), a Polícia Militar do Rio de Janeiro informou que um dos jovens que foram presos durante operação na comunidade da Vila Kennedy, no bairro de Bangu, zona oeste da capital fluminense, está entre os suspeitos de ter matado o cinegrafista da Band Gelson Domingos da Silva.

A corporação não revelou a idade e o nome do menor de idade, que pode ter sido o autor do disparo de fuzil que acertou fatalmente o peito do repórter cinematográfico. O apelido do jovem, porém, foi divulgado por um dos policiais. “Batata Sem Dedo”, confirmou um cabo da PM em entrevista à TV Brasil.

Com a operação na Vila Kennedy, outros quatro jovens foram encaminhados para o 33° Distrito Policial da capital fluminense, no Jardim Sulacap, ao lado do menor suspeito de ter atirado contra Gelson. O cinegrafista morreu após ser baleado na manhã do dia 6, durante cobertura da ação policial na favela de Antares, em Santa Cruz, também zona oeste do Rio de Janeiro.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email