Polícia civil encerra greve no Ceará, e peritos ameaçam parar

Depois de professores, militares e bombeiros, governo cearense fecha acordo com mais uma categoria; mas, agora, governador Cid Gomes deve enfrentar paralisao dos peritos do Sistema de Verificao de bito

Polícia civil encerra greve no Ceará, e peritos ameaçam parar
Polícia civil encerra greve no Ceará, e peritos ameaçam parar (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Depois dos professores, militares e bombeiros, o governo cearense fechou acordo com mais uma categoria: a dos policiais civis. Mas o governador Cid Gomes deve enfrentar pela frente mais uma paralisação. Desta vez, são os peritos do Sistema de Verificação de Óbito (SVO) que ameaçam parar a partir da próxima terça-feira, reivindicando melhores salários e condições de trabalho.

Com os policiais civis, foi fechado um acordo, durante reunião ontem à noite. Segundo o sindicato da categoria, ficou acertado que nenhum processo administrativo será instaurado contra os que aderiram ao movimento grevista desde julho de 2011, e os 199 que tiveram seus vencimentos descontados irão ter que trabalhar em horário extra para reposição das faltas.

Com o fim da greve dos policiais, a Força Nacional de Segurança, que estava atuando no Estado desde o final de dezembro, aguarda ordens da presidente Dilma Rousseff para encerrar a Operação Ceará.

Apesar dos policiais civis prometerem retomar o trabalho nesta quinta-feira, o atendimento nas delegacias ainda era precário. A procura por registros de boletim de ocorrência foi grande. E nem todos os escrivães haviam retornado.

Segundo o Sindicato dos Policiais Civis (Sinpoci), a categoria conseguiu um reajuste salarial de 17% do atual salário e mais 7% do reajuste anual do servidor público relativo a janeiro. Ainda de acordo com o Sinpoci, outra reivindicação atendida foi o envio de um projeto de lei à Assembleia Legislativa para os cargos de inspetor, escrivão, operador de telecomunicações e técnico de comunicações Policiais, retroativa a 1º de janeiro de 2012, aplicada aos aposentados e pensionistas que tenham o direito constitucionalmente assegurado.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email