Por não aceitar crítica, Temer manda Itamaraty cancelar lançamento de livro de Ricupero

Tudo porque o embaixador, um dos mais reconhecidos do Brasil, disse uma verdade: a de que nenhum líder internacional se sente à vontade para sair em fotos ao lado de Temer, símbolo maior da corrupção no Brasil

Tudo porque o embaixador, um dos mais reconhecidos do Brasil, disse uma verdade: a de que nenhum líder internacional se sente à vontade para sair em fotos ao lado de Temer, símbolo maior da corrupção no Brasil
Tudo porque o embaixador, um dos mais reconhecidos do Brasil, disse uma verdade: a de que nenhum líder internacional se sente à vontade para sair em fotos ao lado de Temer, símbolo maior da corrupção no Brasil (Foto: Giuliana Miranda)

247 - Um dos principais nomes da política externa brasileira, o embaixador Rubens Ricupero, 80, ex-ministro da Fazenda e do Meio Ambiente, está sofrendo retaliações do governo de Michel Temer.

Insatisfeito com uma entrevista do diplomata publicada ontem —em que comparava Lula a Mandela e dizia que ninguém queria sair na foto com Michel Temer—, o peemedebista mandou cancelar a festa de lançamento, na semana que vem, do novo libro do embaixador: "A diplomacia na construção do Brasil - 1750-2016", uma abrangente história da política externa brasileira.

Ontem, a turma do Palácio do Planalto, além de soltar uma nota rebatendo as críticas do ex-ministro e embaixador feitas na “Folha”, cancelou o evento.

As informações são da coluna de Ancelmo Gois em O Globo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247