Pozzobon questionou se Moro deveria permanecer no cargo

Novos trechos das mensagens vazadas da Lava Jato apontam que o procurador Roberson Pozzobon questionou o coordenador da operação, Deltan Dallagnol, se o então juiz Sérgio Moro deveria permanecer no cargo devido às denúncias envolvendo o ex-deputado e atual senador Flávio Bolsonaro; Pozzobon recordou que o caso tinha "toda a cara de esquema de devolução de parte dos salários", denunciados pelo MPF anteriormente

Roberson Pozzobon e Sergio Moro
Roberson Pozzobon e Sergio Moro (Foto: Ascom/MPF | Senado)

247 - Novos trechos das mensagens trocadas por integrantes da Lava Jato revelados pelo site The Intercept neste domingo (21) apontam que o procurador e integrante da força-tarefa Roberson Pozzobon questionou o coordenador da operação, Deltan Dallagnol, se o então juiz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça, deveria permanecer no cargo devido às denúncias envolvendo o ex-deputado e atual senador Flávio Bolsonaro PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro. (Leia mais no Brasil 247

Em um chat privado, no dia 8 de dezembro de 2018, Pozzobon questionou Dallagnol sobre o que poderia acontecer nas entrevistas em que a situação de Flávio Bolsonaro poderia ser abordada. Na ocasião, Dallagnol se mostrou relutante em fazer uma crítica mais dura contra o senador por medo das consequências políticas de desagradar o presidente, como Moro havia sugerido anteriormente. 

Confira a transcrição dos diálogos revelados pelo The Intercept. 

Roberson Pozzobon – 09:02:52 – Acho que Moro já devia contar com a possibilidade de que algo do gênero acontecesse

Pozzobon – 09:03:19 – A questão é quanto ele estará disposto a ficar no cargo com isso ou se mais disso vir

Dallagnol – 09:04:38 – Em entrevistas, certamente vão me perguntar sobre isso. Não vejo como desviar da pergunta, mas posso ir até diferentes graus de profundidade. 1) é algo que precisa ser investigado; 2) tem toda a cara de esquema de devolução de parte dos salários como o da Aline Correa que denunciamos ou, pior até, de fantasmas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247