HOME > Brasil

Prates diz que foi demitido por Lula na 'presença regozijada' de Silveira e Costa

O CEO da Petrobras enfrentou nos últimos meses intensa fritura interna no governo

Alexandre Silveira | Jean Paul Prates (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil | Paulo Pinto/Agência Brasil)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Jean Paul Prates saiu do comando da Petrobras acusando os ministros Rui Costa (Casa Civil) e Alexandre Silveira (Minas e Energia) de uma ação de "regozijo" após ser demitido pelo presidente Lula.

De acordo com apuração do jornal Folha de S.Paulo, logo após o encontro, Prates mandou uma mensagem comunicando a demissão a assessores próximos. "Minha missão foi precocemente abreviada na presença regozijada de Alexandre Silveira e Rui Costa. Não creio que haja chance de reconsideração. Vão anunciar daqui a pouco". 

O CEO da Petrobras enfrentou nos últimos meses intensa fritura interna no governo. O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, inclusive já admitiu recentemente a existência de um conflito entre ele e Prates, motivado pelos “papéis diferentes” que ambos exercem.

Um dos desentendimentos mais recentes foi quanto à destinação dos dividendos extraordinários pagos pela Petrobras aos acionistas. Enquanto Prates defendia distribuir 50% dos recursos extraordinários,Silveira e o conselho discordavam do posicionamento do presidente da estatal por avaliarem que os recursos deveriam ser utilizados para investimentos, como em energia limpa.

Novo nome - A próxima presidente da estatal deverá ser Magda Chambriard, que foi diretora-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) no governo Dilma. Ela é consultora na área de óleo, gás e biocombustíveis e trabalhou na Petrobras por mais de 20 anos. Em entrevistas, ela defende a expansão da fronteira de exploração para aumentar a produção petrolífera, o que inclui a abertura de poços na Margem Equatorial.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados