Presidência da Frente Parlamentar Evangélica está em disputa entre bolsonaristas e apoiadores de Lula

Racha na Assembleia de Deus divide bolsonaristas e apoiadores de Lula e define perfil da base parlamentar nas eleição e negociações para o novo governo

www.brasil247.com - Bispo Manoel Ferreira com Lula e Silas Malafaia com Bolsonaro
Bispo Manoel Ferreira com Lula e Silas Malafaia com Bolsonaro (Foto: Arquivo Pessoal | Isac Nóbrega/PR)


247 - As eleições de 2022 estão no centro de uma verdadeira guerra que divide a poderosa bancada evangélica no Congresso, composta por 115 deputados e 13 senadores. Em disputa, a presidência da Frente Parlamentar Evangélica que poderá ser ocupada por um parlamentar apoiador de Lula ou um bolsonarista.

O embate definirá a relação da liderança parlamentar evangélica com o provável governo Lula e será chave nas negociações do novo governo entre a eleição e a posse.

O racha acontece na Assembleia de Deus, a maior denominação evangélica do Brasil, e tem trocas de acusações e ofensas, informa Bela Megale, em O Globo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os deputados Cezinha de Madureira (PSD-SP) e Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) são os protagonistas do embate. Cezinha pertence ao Ministério de Madureira, comandado pelo bispo Manoel Ferreira.  

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No início de junho, Lula manteve um longo encontro com o bispo Ferreira, que é o presidente da Assembleia de Deus - Ministério de Madureira. Ele apoiou os governos do PT, rompeu e sinaliza o retorno à aliança.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sóstenes é ligado ao pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus - Vitória em Cristo, em 2022. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email