OAB avança em discussão sobre impeachment de Bolsonaro por negligência no combate à pandemia

O presidente da entidade, Felipe Santa Cruz, pautará o tema no Conselho Federal do órgão, composto por 81 pessoas. Posição era aguardar o controle da pandemia, mas as recentes atitudes e declarações de Bolsonaro contra as normas sanitárias, foram motivos para acelerar o processo

Felipe Santa Cruz e Jair Bolsonaro
Felipe Santa Cruz e Jair Bolsonaro (Foto: ABr | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) decidiu dar andamento nos debates dentro da entidade acerca do pedido de impeachment de Jair Bolsonaro. O presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, pautará o tema no Conselho Federal do órgão, composto por 81 pessoas.

"Parece que os projetos políticos do presidente se aproximam perigosamente da construção de um quadro de ruptura. Assim, vou dar andamento ao debate sobre o impedimento do senhor presidente por crimes de responsabilidade, em especial durante a pandemia", disse o presidente, segundo Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Desde o início da pandemia, a posição da OAB era aguardar o controle do avanço do coronavírus para voltar a debater o impeachment. A posição cada vez mais agressiva de Bolsonaro contra as normas sanitárias, minimizando a Covid-19 e provocando aglomerações fez com que a entidade mudasse de entendimento.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247