Presidente do PSOL diz que elites são culpadas pelas crises no Brasil

O presidente do Psol, Juliano Medeiros, foi o convidado do jornalista Juca Kfouri no programa Entre Vistas, da TVT. No comando da legenda desde 2017, o historiador de 36 anos conta que começou a carreira política no movimento estudantil, antes de ingressar no partido. “Cumpri dois mandatos na UNE no Rio Grande do Sul. Saí há 10 anos para trabalhar com a bancada do Psol em Brasília. Trabalhei na liderança do Psol, então"”

Juliano Medeiros
Juliano Medeiros (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Questionado sobre uma suposta responsabilidade da esquerda na ascensão do radicalismo de direita, o presidente do PSOL Juliano Medeiros diz que a culpa das crises é das elites, indorma a Rede Brasil Atual.

“A culpa é das elites. As elites fizeram uma opção por depor uma presidenta legitimamente eleita para emplacar um programa econômico muito nocivo que criou uma dinâmica recessiva, que jogou milhões de brasileiros e brasileiras no desemprego e na informalidade. A responsabilidade pelas crises política, econômica e social que vivemos no país é das elites brasileiras. Na América Latina como um todo”, afirmou.

O presidente do Psol não se exime de pensar de forma crítica o papel da esquerda. “Há de se pensar o que foi a experiência da esquerda, da centro-esquerda no governo”, afirma, lembrando opções dos governos petistas para o comando de ministérios como os da Agricultura e da Fazenda, que considera contraditórias. “Acharam que poderiam ter um latifundiário no governo, um banqueiro na economia. E, quando fosse necessário, contrariar o sistema”, criticou.

Acompanhe a íntegra da entrevista 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247