Presidente do Psol, Juliano Medeiros defende protesto contra estátua de Borba Gato

"O que significa queimar a estátua de um assassino diante do ato de erguer uma estátua para um assassino?", questionou

Juliano Medeiros
Juliano Medeiros (Foto: Brasil 247)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 – O presidente do Psol, Juliano Medeiros, justificou a ação assumida pelo grupo Revolução Periférica, que ateou fogo à estátua de Borba Gato, um Bandeirante responsável pela captura e assassinatos de povos indígenas. "O que significa queimar a estátua de um assassino diante do ato de erguer uma estátua para um assassino?", escreveu, em seu twitter. O caso será investigado pela Polícia de São Paulo. Saiba mais: 

Agência Brasil – Equipes das polícias Civil e Militar de São Paulo investigam quem pode ter sido o autor de vandalismo nas proximidades da estátua do Borba Gato, na zona Sul da capital paulista, na tarde deste sábado (24). Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo, as duas polícias realizam diligências em buscas de imagens e informações que possam ajudar na identificação e localização dos autores.

De acordo com as primeiras informações, por volta das 13h30, um grupo desembarcou de um caminhão e espalhou pneus pela via e nos arredores do monumento, ateando fogo na sequência. A SSP informou por meio de nota que policiais militares e bombeiros chegaram rapidamente ao local e controlaram as chamas e liberaram o tráfego. 

PUBLICIDADE

Não houve feridos e nem detidos. O caso está sendo registrado no 11º Distrito Policial (Santo Amaro). Esse distrito ficará responsável pelas investigações.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email