Presidente do STJ pede informações ao governo sobre relação da Lava Jato com FBI

O presidente do Superior Tribunal de Justiça, João Otávio de Noronha, pediu ao governo esclarecimentos sobre a cooperação entre a Operação Lava Jato e o FBI. Noronha vai julgar pedido nesse sentido da defesa do ex-presidente Lula

João Otávio de Noronha, presidente do STJ
João Otávio de Noronha, presidente do STJ (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro João Otávio de Noronha, presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), pediu informações ao ministro da Justiça, André Mendonça, sobre a colaboração entre a Operação Lava Jato e o FBI. 

A defesa do ex-presidente Lula protocolou na semana passada mandado de segurança no Superior Tribunal de Justiça contra decisão do ministro da Justiça, André Mendonça, de negar acesso a documentos relacionados à cooperação internacional informal feita entre procuradores de Curitiba e autoridades dos Estados Unidos. 

Noronha vai julgar o pedido da defesa do ex-presidente Lula no sentido de obrigar o governo a esclarecer os termos da ajuda dos norte-americanos aos procuradores brasileiros, que deveria obrigatoriamente passar pelo Ministério da Justiça. André Mendonça alegou sigilo e não respondeu aos advogados, informa a jornalista Mônica Bergamo em sua coluna na Folha de S.Paulo.

Recentemente, vieram à tona denúncias sobre a relação entre os procuradores, que se venderam como combatentes da corrupção a serviço da pátria brasileira, com organismos de investigação a serviço de interesses internacionais, no caso os Estados Unidos. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247