Preso, Azeredo pode votar. Lula, não

A parcialidade do poder judiciário brasileiro beira o escárnio; direito de votar negado a Lula foi concedido a Eduardo Azeredo, um dos raríssimos tucanos presos; ex-governador tucano conseguiu na Justiça decisão que lhe permite votar nas eleições 2018; autorização foi confirmada pelo do juiz da Vara de Execuções Penais da capital, Marcelo Augusto Lucas Pereira e foi deferido a partir de pedido da defesa do tucano

Preso, Azeredo pode votar. Lula, não
Preso, Azeredo pode votar. Lula, não (Foto: José Cruz/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - A parcialidade do poder judiciário brasileiro beira o escárnio. O direito de votar negado a Lula foi concedido a Eduardo Azeredo, um dos raríssimos tucanos presos. O ex-governador tucano conseguiu na Justiça decisão que lhe permite votar nas eleições 2018. A autorização foi confirmada pelo do juiz da Vara de Execuções Penais da capital, Marcelo Augusto Lucas Pereira e foi deferido a partir de pedido da defesa do tucano.

A reportagem do jornal O Estado de S. Paulo destaca que "a legislação eleitoral prevê que 'presos que tiverem condenação criminal transitada em julgado (sem hipótese de recurso) não podem votar. No entanto, os presos provisórios que estão esperando uma decisão judicial mantêm o direito ao voto', conforme informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE)".

A matéria ainda informa que "a argumentação da defesa do tucano é que, como existe recurso contra a condenação do ex-governador, o direito de Azeredo ir às urnas está assegurado. 'Como é um preso provisório, ele tem o direito de votar. Nós pedimos para que ele exerça esse direito. É um direito que ele particularmente julga muito importante, e já foi deferido', afirma o advogado de Azeredo, Castellar Neto. O Fórum Lafayette, a primeira instância da Justiça em Belo Horizonte, confirmou a decisão tomada pelo juiz".

 

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email